pri

COLUNA

Pri Bertucci

[ILE/DILE & ELE/DELE]

Artista social, educadore e pesquisadore da área de diversidade há pelo menos duas décadas

5ª Conf. Internacional [SSEX BBOX] reuniu ativistas sociais LGBTQIAP+ entre Brasil e França

Diante de ameaças públicas e perseguições a pessoas ligadas à política, a conferência reuniu ativistas e militantes da América Latina, Europa e Estados Unidos para discutir o cenário político do Brasil e o autocuidado nos novos tempos.

A Conferência Internacional [SSEX BBOX] é um encontro anual de grupos de pesquisadores, ativistas, artistas e pessoas acadêmicas, que vivenciam questões relativas ao gênero e à sexualidade fora da caixa. O evento acontece anualmente e é aberto para todas as pessoas – curioses, amigues, jornalistas, família, empresas e instituições. 

A 5ª edição da conferência foi realizada em Paris, na França. Durante quatro dias, pessoas e ativistas sociais participaram de mesas, palestras, oficinas e shows.

Desde a possibilidade da eleição do governo Bolsonaro, jornais internacionais já anunciavam o medo e as ameaças que tomavam conta da população minorizada como LGBTQIAP+, pessoas negras, indígenas e mulheres. Sentimentos que se tornaram ainda mais presentes com o assassinato de Marielle Franco, ameaças públicas e perseguição ao jornalista e ex-deputado Jean Wyllys e, recentemente, ao jornalista Glenn Greenwald.

Diante de tamanha preocupação, vários países, principalmente da Europa, criaram políticas de auxílio e recepção para brasileires, além de se posicionar publicamente contra as articulações políticas de ódio e extermínio do atual governo do país.

Assista às plenárias da 4ª EDIÇÃO DA CONFERÊNCIA INTERNACIONAL [SSEX BBOX] que em São Paulo.
https://ssexbboxconferencia.com.br/videos/

Pensando na importância da pressão internacional que países podem fazer pelo Brasil, com uma narrativa que deve ser construída com cuidado, a 5ª Conferência Internacional [SSEX BBOX] foi realizada em Paris, na França, reunindo ativistas e militantes da América Latina, Europa e Estados Unidos, como o  jornalista e ex-deputado Jean Wyllys, que teve que deixar o Brasil após ameaças de morte em 2018; Monica Benicio ativista social e esposa da vereadora Marielle Franco, assassinada em março de 2018; Fabrice Houdart, oficial de Direitos Humanos global da ONU em Nova Iorque; Sam Bourcier, importante nome na introdução da teoria queer; Lea T., mulher transgênero brasileira, uma das modelos com maior destaque na atualidade, ícone de cultura pop e ativista LGBTQIA+; Pri Bertucci, um dos poucos CEOs Trans do Brasil, fundador e presidente do [SSEX BBOX], entre outres convidades. Juntes, refletiram sobre a história, cenário político-social do Brasil, autocuidado para esses tempos e claro, sobre o futuro de todes.

“Diante de dados em que o Brasil aparece como o país que mais mata LGBTQIA+ no mundo, a visibilidade global para essa população minorizada se faz urgente, especialmente no atual momento político, onde percebemos que essa masculinidade tóxica de imposição de verdades pela força, que usurpa os fluidos e tecidos da terra, que destrói as florestas, é a mesma que violenta as mulheres e mata os LGBTQIA+. Os pedidos de mudança são urgentes, e para costurar essa narrativa, convidamos ativistas como Jean Wyllys, Monica Benicio, Fabrice Houdart, Lea T, Dani Nega e Craca entre outros nomes à confirmar.”

comenta Pri Bertucci, idealizador da Conferência.

COLUNISTA

pri

Pri Bertucci

[ILE/DILE & ELE/DELE]

Artista social, educadore e pesquisadore da área de diversidade há pelo menos duas décadas. Identifica-se como pessoa não branca, não cis, não binária transgênero /gender queer. É CEO da [DIVERSITY BBOX] consultoria; fundadore do Instituto [SSEX BBOX], projeto pioneiro no tema de justiça social; cocriadore da linguagem neutra e do pronome de gênero neutro na língua portuguesa ILE/DILE e produtore executivo da Marcha do Orgulho Trans de São Paulo.
Veja também

Um guia para promover a linguagem neutra e inclusiva em português

Poliamor Espiritual

Gênero é um text field

Famílias Queer

Assista

No Instituto [SSEX BBOX] realizamos projetos e advocacy que visam destacar a diversidade, inclusão e a equidade sobre os temas de gênero, sexualidade, população LGBTQIAP+, raça, etnia e pessoas com deficiência.

As ações do Instituto incluem apresentar ferramentas, conteúdos educacionais, e soluções estratégicas visando o exercício do olhar interseccional para grupos sub-representados. Nossas atividades tiveram início em 2011, a partir de uma série de webdocumentários educacionais que exploram temas da sexualidade e gênero para promover mudanças sociais com base nos direitos humanos.

Nosso Contato

Copyright ©2023 Todos os direitos reservados | [SSEX BBOX]